Construímos organizações internas e externas (que se expressam em atitudes e comportamentos) para lidar com a vida.

Nessa interconexão complexa estamos constantemente nos criando de forma não consciente e, muitas vezes, organizamos em nós conflitos psicológicos, relacionais ou do corpo.

Alguns dados nos mostram que vivemos climas organizacionais pouco sustentáveis para a vida:

  • Estima-se que 20% dos funcionários ativos estejam trabalhando sobre forte pressão emocional, comprometendo a saúde física e psíquica. Isso resulta em prejuízos relacionados à queda na produtividade, absenteísmo e turn over elevado.

  • No Brasil, somente os afastamentos por ansiedade custaram R$1,3 bilhão em 2016 à Secretaria da Previdência. Os gastos relacionados a quadros de transtornos mentais custarão à economia mundial U$6 trilhões até 2030, de acordo com o Fórum Econômico Mundial.

  • De acordo com a OMS, para cada U$1,00 investido na saúde mental dos colaboradores, U$4 são retornados para a organização em produtividade e capacidade de trabalho.

  • O índice aumenta em cargos e posições de maiores responsabilidades, afetando colaboradores de confiança e de grande valor para a companhia, cujo afastamento ou perda, por vezes, pode ser incalculável.

Um crescente número de empresas no mundo têm adotado a meditação como prática regular diária.

E, os resultados têm sido medidos e comprovados em relação à melhora no foco de atenção, nos relacionamentos entre colaboradores, na qualidade de vida e produtividade.

O atendimento em grupo, trabalha com técnicas de meditação associadas a autoinfluência emocional.

A  Harvard Business Review  aponta que, nas organizações, mesmo as pessoas trabalhando juntas, se sentem solitárias e estressadas.

Existe uma falta de responsabilidade entre as pessoas e o desconhecimento da interdependência.

Podemos contribuir para um ambiente mais compassivo e sustentável a longo prazo cultivando a presença (mindfulness), a generosidade e a compaixão.

Habilidades treinadas com nossa metodologia para grupos.

Ajudamos a aliviar estressores como ansiedade, depressão e dor e um estudo de Harvard demonstra que meditação desenvolve as conexões do cérebro em pessoas que sofrem de stress crônico, colaborando para o retorno aos estados de repouso. 

Além disso, o atendimento em grupos também está associado a maior capacidade de aprendizagem e concentração, a aumento da percepção das próprias emoções e da capacidade de lidar com elas, contribuindo para o conhecimento e abertura da possibilidade de alterar padrões automáticos que podem gerar confusões interiores.

Ao centrar-nos em nós mesmos e nos fortalecermos interiormente, desenvolvemos a capacidade de regular estados mentais e enriquecemos a vida interior, reorganizando circuitos neurológicos.

Hoje sabemos que nossas estruturas cerebrais podem se transformar com nossas experiências de vida, mesmo quando adultos. Isso é o que chamamos de plasticidade cerebral.

Na metodologia utilizada, através de técnicas da psicologia e de meditação, baseadas na neurosciência, podemos nos apropriar dos aspectos mais desenvolvidos e menos desenvolvidos em nós mesmos.

Aprendemos a influenciar nossos padrões emocionais, oferecendo a nós mesmos um caminho no fluxo da vida.

Quer saber mais sobre o atendimento e como aplicá-la na sua empresa?

Envie seus dados ou toque aqui para entrar em contato pelo WhatsApp. 

Se preferir, mande um email: contato@danideoliveira.com.br

WhatsApp-icone_edited.png

Atendimento para Grupos e Empresas

 

A saúde mental dentro das organizações tem sido foco de atenção. Afinal, organizações doentes podem ser produtivas, mas não são sustentáveis. Somos mente, corpo, emoções e relações, somos indivisíveis.

Entre em contato.

©2020 by Daniela de Oliveira.

Powered by MGS